Logo @njinh@Má®

Se alguma das Poesias lhe agradar, mande para as pessoas que você gostar, pelo seu e-mail, é só clicar no menu Arquivo do seu navegador, escolha Enviar e depois em Página por Correio Eletrônico. Ou através do seus programas de chat. Faça a sua homenagem em datas especiais, ou crie você um dia especial para homenagear.

Todos os textos dos poemas são de minha autoria, a cópia ou divulgação sem minha autorização, terá como conseqüência, procedimentos dentro das Leis de Direitos Autorais. Pois todos estão registrados. 

Promessa

(Autoria: Márcia Homem de Mello)

Encontro, conheci, conversa.
Humor, brincadeiras, promessa.
E assim tudo começou.
Um telefonema, um encontro não realizado.
Um sumiço, uma volta marcante.
E assim tudo recomeçou.
Telefone, voz, risos.
Encontro, encanto, sonho.
E assim tudo concretizou.
Querer, desejar, realizar.
Inesperado, o beijo, as sensações.
É assim mesmo?
Uma vontade louca, um prazer único.
Uma noite, fomos únicos.
É assim sempre?
Decepções, mágoas, ressentimentos.
Alegria, desculpas, emoção.
É assim que somos.
Passado, presente, futuro.
Sonhos, planos, desejos.
E assim o tempo vai.
Num dia de promessas, até quando o sentimento desejar.