Logo @njinh@Má®

Se alguma das Poesias lhe agradar, mande para as pessoas que você gostar, pelo seu e-mail, é só clicar no menu Arquivo do seu navegador, escolha Enviar e depois em Página por Correio Eletrônico. Ou através do seus programas de chat. Faça a sua homenagem em datas especiais, ou crie você um dia especial para homenagear.

Todos os textos dos poemas são de minha autoria, a cópia ou divulgação sem minha autorização, terá como conseqüência, procedimentos dentro das Leis de Direitos Autorais. Pois todos estão registrados.

Pele, Toque,...

(Autoria: Márcia Homem de Mello)

Toco como quem toca a nuvem,

Como quem toca o veludo.

Pele que recobre um corpo perfeito,

Dos dias quentes nas noites frias.

Toco como que querendo invadir sua pele,

Com tanta vontade, sede, necessidade. 

É tanta à vontade que os limites se misturam.

Não como a água e o óleo,

Mas como o sabor da canela e do açúcar.

Complemento de pele, de olhares, de cheiros.

Toque dos corpos úmidos, movimentos ávidos,

Anjo que é rei do meu céu, manda no meu coração.

Presente dos meus sonhos, que é minha pele dono do meu toque.