Logo @njinh@Má®

Se alguma das Poesias lhe agradar, mande para as pessoas que você gostar, pelo seu e-mail, é só clicar no menu Arquivo do seu navegador, escolha Enviar e depois em Página por Correio Eletrônico. Ou através do seus programas de chat. Faça a sua homenagem em datas especiais, ou crie você um dia especial para homenagear.

Todos os textos dos poemas são de minha autoria, a cópia ou divulgação sem minha autorização, terá como conseqüência, procedimentos dentro das Leis de Direitos Autorais. Pois todos estão registrados. 

Milênio

(Autoria: Márcia Homem de Mello)

Mais um ano termina e um ano se inicia.

Mas dessa vez, não é qualquer ano.

É um novo século, um novo milênio.

Que tal utilizar o simbolismo do novo,

Para realizar coisas novas?

Que tal fazer desse milênio, desse século,

Um ponto de partida para os inúmeros projetos,

Que se vem adiando durante toda a vida?

Ou você pode somente,

Começar de novo. Ou, recomeçar.

Quando o ano terminar, 

Existirá uma divisão virtual.

Pessoas do século passado, 

Fazendo parte do novo milênio.

Atitudes enganosas do século passado,

Não podem permanecer e 

Renascer no milênio do futuro.

Pessoas do novo milênio, 

Podem reciclar os erros do século passado.

E que um próximo século, num próximo milênio,

Tudo seja realmente diferente.

Pessoas melhores, com maior qualidade de vida,

E a tão esperada igualdade entre os homens.