Logo @njinh@Má®

Se alguma das Poesias lhe agradar, mande para as pessoas que você gostar, pelo seu e-mail, é só clicar no menu Arquivo do seu navegador, escolha Enviar e depois em Página por Correio Eletrônico. Ou através do seus programas de chat. Faça a sua homenagem em datas especiais, ou crie você um dia especial para homenagear.

Todos os textos dos poemas são de minha autoria, a cópia ou divulgação sem minha autorização, terá como conseqüência, procedimentos dentro das Leis de Direitos Autorais. Pois todos estão registrados. 

Insônia

(Autoria: Márcia Homem de Mello)

Andando de um lado para outro,

Vou até a varanda olhar o céu.

Inquieta observo a rua,

Poucos carros em movimento.

Tão distante uma luz a brilhar,

Alguém também está só.

Volto para o quarto,

Sento na cama.

Noite silenciosa,

Alma solitária.

Um suspiro profundo,

Ar parado.

Uma lágrima cai,

Ninguém para enxugar.

Pensamentos desconexos,

Desejos perdidos.

Caneta e papel na mão,

Registro essa noite.

Esperando pelo sono,

Acreditando que ele vai chegar.

E ele, virá?